Project thumb small open uri20131125 2 2ezmz8

Portal da campanha “Quem são os Proprietários do Brasil?”

Um projeto de Web por Instituto Mais Democracia 

Loading
Loading
Loading

A campanha “Quem são os proprietários do Brasil?” www.proprietariosdobrasil.org.br já impulsionou uma grande onda de mobilização, repercussão e receptividade pelo Brasil afora e em outros países também. Durante a primeira fase do projeto, mostramos como o Ranking Proprietários do Brasil é de fato uma ferramenta importante para a transformação social, capaz de auxiliar nossa compreensão sobre as grandes forças do poder económico na sociedade brasileira.

Agora, queremos ir além. Sem aumentar o valor solicitado, e afim de acolher sugestões e críticas recebidas neste primeiros meses de debate sobre a campanha, conseguimos reformular o projeto para incluir também as 100 empresas de capital fechado com maior faturamento e cruzar todos estes dados com os financiamentos de campanha, repasses do BNDES e do governo federal. Vamos ainda produzir 10 análises de poder com infográficos sobre as relações de empresas e melhor ainda mais a plataforma, facilitando a consulta às informações do Ranking.

A relevância da campanha “Quem são os proprietários do Brasil?” já foi reconhecida por importantes pensadores, como Francisco de Oliveira, Boaventura de Sousa Santos e Ladislau Dowbor. Grandes veículos de comunicação, como o Estadão, a Revista Exame e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), também divulgaram a iniciativa. Porém, se alcançamos quase 50% da meta estipulada, foi graças ao apoio de cidadãos comuns que, como nós, querem mais transparência sobre o poder econômico e político - uma vez que optamos por não aceitar patrocínios de empresas ou do governo, afim de preservar a independência da iniciativa.

Navegando pelo site, você encontra toda a produção feita nos últimos três meses, pode fazer buscas nas redes de poder do Ranking dos Proprietários do Brasil, conferir os infográficos que fizemos para apoiar lutas concretas dos movimentos sociais (como as análises de poder sobre a quem interessa a demolição da Aldeia Maracanã, a TKCSA e e Assentamento Milton Santos) e ver também nossa agenda de eventos. Já realizamos diversos debates em grandes universidades públicas do país (UERJ, UNI-Rio, UFRJ, UFF, Unicamp), e seguiremos adiante! Não deixe também de entrar no Fórum de debates para discussões e organizações colaborativas.

Avançamos muito nos últimos meses, mas podemos ir além se conseguirmos alcançar a meta total do projeto. Confira os acréscimos que fizemos agora em relação ao primeiro projeto:

Ampliação do banco de dados da plataforma para incluir:

_Dados das 100 maiores empresas fechadas em faturamento

_Dados de doações eleitorais de 2010 e 2012

_Dados de financiamentos do BNDES de 2008-2012

  • Dados dos repasses do governo federal de 2005 a 2012

Produzir 10 análises de rede de poder com infográficos:

_5 escolhidas por voto no Fórum de debates do portal _5 em apoio às lutas concretas de movimentos sociais

Desenvolvimento do site:

_Espaço para campanhas específicas no portal _Espaço para pesquisa e academia no portal _Reformular o site facilitando ainda mais a consulta aos dados e informações

Diante das alterações no projeto, tivemos que fazer algumas mudanças no orçamento, e agora planejamos a realização das atividades propostas em um prazo de 5 meses.

Prevemos um gasto mensal com as atividades necessárias a realização do projeto de 10 mil reais::

_Realização de duas análises de redes de poder - 1.500 reais _Atualização do portal - 1.500 reais _Produção de dois infográficos para mobilização social - 500 reais _Inclusão dos dados das 100 maiores empresas de capital fechado - 1.500 reais

_Criação de ferramenta para inclusão manual de empresas a partir dos dados das juntas comerciais - 1.000 reais _Inclusão do cruzamento com dados das doações para campanhas eleitorais - 1.000 reais _Inclusão do cruzamento com dados de financiamentos do BNDES - 1.000 reais _Melhoria da ferramenta de “busca” no portal - 1.000 reais _Manutenção do portal (correção de problemas) - 1.000 reais

Dessa maneira, em 5 meses, 100% (50 mil) do que foi arrecadado com o apoio da sociedade será utilizado.

Seu apoio é fundamental! Grande abraço da equipe do Instituto Mais Democracia e da Cooperativa EITA

Loading